Referência de 10 MHz – Saiba para que serve e como evitar que ela tire do ar seu Uplink

Você já deve ter visto, que alguns equipamentos ou precisam de uma referência externa, ou já possuem uma referência interna, mas você sabe para que serve, quando ela é utilizada?


Todos os equipamentos que possuem Oscilador Local Sintetizado (PLL), ou seja, que tenham circuitos de conversão de frequência, para que o oscilador local se mantenha estável e “locado” (Quando dizemos que o oscilador está locado, significa que ele está fixo em uma frequência determinada de operação. Se ele estiver fixo, porém fora desta determinada frequência ele se encontra fora de lock).

Então o sinal de 10MHz serve como a referência para o circuito do Oscilador local sintetizado, muitas vezes um circuito de oscilador local que não possui uma referência, o sinal do oscilador local não fica estável e fica variando a sua frequência, porém quando colocado um sinal de referência de 10MHz, o oscilador local fica fixo em sua frequência determinada.

Quais equipamentos utilizam a referência de 10MHz?


Como já dissemos todos os equipamentos que possuem conversão de frequência sintetizada necessitam de uma referência que pode ser interna ou externa, alguns exemplos são: moduladores, up converters, hpas com buc, entre outros.


A referência de 10MHz pode tirar meu sinal do ar?


Sim, a referência de 10MHz pode impactar seu sinal de duas maneiras:


1- A ausência do 10MHz: Em equipamentos que precisam da referência de 10MHz a falta desta referência pode, acionar algum alarme de falta de referência no equipamento que iniba a transmissão do sinal, ou até mesmo em alguns casos você consegue transmitir o sinal, aparece no espectro, e aparece normalmente para o operador de satélite, porém você não consegue abrir o sinal no receptor porque com a variação do oscilador local ele fica mudando de frequência, muitas vezes não é possível sintonizar o canal, e caso consiga, você pode ter um C/N (Relação Sinal Ruído) estável, porém um BER (Bit Error Rate) com uma alta taxa de erros.


2- Excesso de 10 MHz: As vezes você não sabe que o equipamento já possui a referência de 10MHz interna, e injeta uma referência de 10MHz externa, isto gera um conflito no equipamento, porque ele recebe as duas referências, e faz com que o circuito do oscilador local não fique locado, pois ele possui duas referências. Da mesma forma que quando não possui uma referência, você consegue subir o sinal, para o operador de satélite esta tudo ok, porém o ruído de fase do sinal fica muito alto, e você terá muita dificuldade de abrir o canal no receptor, por isso é muito importante saber se seu equipamento possui ou não referência externa.


Como saber se meu equipamento possui referência de 10MHz?


Consulte o fabricante, e o representante com as informações de modelo e número de série de seu equipamento, já que em alguns casos, a referência de 10MHz é um item opcional. Verifique também o manual do equipamento.

124 visualizações
Comtech
UHP Networks
Telefônica/Vivo
Sonda
Embraer
NEC
Polishop
TV Cultura
Canção Nova
Fundação João Paulo II
Rede Vida
eptv
Rede Vanguarda
TV Bahia
TV Clube
Band Vale
SDB Multimidia
Play TV
Fundação Espírita André Luiz
TV Mundo Maior
TV Difusora
TV Diversa
Visiona
Funcate
INPE
Cemaden
Cpqd
Kroton
Rohde&Schwarz
H.Control Telecom
Globalstar
Century
Casablanca
Cromamix
Pro Eletronic
Satron
Tele system
Cabletech
Classic
cobham
Fluxo Soluções Integradas
Kathrein
Nalla Brasil
Advansat
Up2Tech
Sinuta
gvt
Motortech
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram ícone social
  • WhatsApp
Telefone: (12) 3224-1046/3224-1096 E-mail: whcengenharia@whcengenharia.com
WHC Engenharia Serviços e Comércios Ltda ME - CNPJ: 21.098.667/0001-49 - Rua Santo Antônio, 69 Sala 4, Caçapava - SP CEP: 12.287-060
Termos de Condição e Uso         -         Política de Privacidade         -         Política de Devolução e Troca         -         FAQ