Uplink de Satélite

Durante os últimos posts nós explicamos o que são e como funcionam alguns dos equipamentos mais utilizados e mais comuns em um uplink de satélite de uma emissora de televisão. Vamos trazer hoje a junção destes equipamentos e explicar como funciona o uplink de satélite como um todo.


O que é um uplink de satélite?


Significa subida para o satélite, então o uplink de satélite é o envio de sinais e dados para o satélite que fica a 36.000 Km de distância da orbita da Terra, que então transmite estes sinais de volta para Terra, podendo ser recebidos em diversas partes do Mundo, dependendo da área de cobertura do satélite.


Porque utilizar um Uplink de satélite?


O satélite possui alta disponibilidade, podendo atingir bilhões de pessoas ao mesmo tempo, em vários lugares do mundo, possui alta velocidade de transferência de dados, e você pode determinar se seu sinal possui criptografia ou se será um sinal aberto. A transmissão via satélite é um dos meios mais seguros e confiáveis, podendo interligar pessoas das mais remotas regiões e locais.


Para que são utilizados Up links de satélites ?


Os uplinks de satélite são utilizados para as mais diversas funções, tais como:

Transferência de sinais como áudio, vídeo, comunicação de dados, telefonia fixa e móvel, defesa, aviação.


Quem utiliza up link de satélite ?


- Emissoras de Tvs e Rádio

- Industrias

- Bancos

- Operadoras de TV, telefonia e internet

- Governo

- Militar

- Aviação


Portanto podemos observar que o Uplink de satélite é muito utilizado em serviços extremamente essenciais, e importantes de nosso meio.

Vamos explicar aqui como funciona um Uplink de satélite utilizado em várias emissoras de televisão e rádio, esta modalidade de transmissão também pode ser chamada de broadcast onde são transmitidos sinais de áudio e vídeo. Lembrando que existem outras configurações de uplink, voltados para outros setores, e transmite dados diferentes, o que faz com que sua configuração e equipamentos mude, e traremos outros tipos de configurações de uplink mais para frente.

Do que é composto um Uplink:


As emissoras de TV possuem um Player, exibidor, onde está inserida toda a programação do canal, os programas, comercias e tudo mais. O player possui a saída do sinal de áudio e vídeo que será conectado na entrada SDI do encoder por exemplo.

O Encoder irá codificar este sinal nos padrões que configuramos, como formato de vídeo, áudio, largura de banda de vídeo, taxa de vídeo, frame por segundo, taxa de bits e muito mais, e torna estes sinais em um pacote. Agora este pacote está pronto para o próximo nível, normalmente utilizando uma saída ASI que irá para o modulador.

O modulador recebe este sinal ASI, e entrega na saída um sinal de RF modulado que pode ser em 70 MHz ou na banda L (950 – 1750 MHz), este sinal também recebe uma série de configurações como padrão de transmissão, tipo de modulação, symbol rate, fec, que irão dar as características do sinal e o seu formado e largura de banda ocupada.

Considerando que utilizaremos o sinal de saída de 70 MHz, e utilizaremos um HPA com frequência de entrada em Banda C, precisaremos de um Up converter que será responsável por esta conversão de frequência.

A saída do modulador RF OUT, ou IF OUT, irá ser conectada no conector IF IN do Up Converter, que você irá selecionar no painel qual a frequência de saída do sinal, que será a mesma que vai ser transmitida para o satélite. O sinal de 70 MHz é convertido internamente, e temos na saída um sinal na frequência de transmissão em Banda C. A saída do Up Converter RF Out, é conectada na entrada do HPA.

Com o sinal em banda C conectado no HPA, é ajustada a potência de saída nominal, ajustada com o operador de satélite para que o sinal transmitido atinja o satélite com qualidade, pois tanto com um nível muito baixo, como com um nível muito alto quando começa a saturar o HPA, o sinal perde a qualidade e você poderá ter dificuldades ou não receber o seu sinal. A saída do HPA é conectada através de Guia de onda, no caso da banda C, utilizando guia de ondas WR 137, até o alimentador da antena, este sinal será transmitido da antena para o satélite.

Desta forma fechamos nossa cadeia de Uplink. Lembrando que normalmente as cadeias de Uplink possuem redundância, ou seja, 2 equipamentos de cada, para garantir que havendo problema em um equipamento o reserva assume sua função para que não haja interrupção da transmissão.




73 visualizações
Comtech
UHP Networks
Telefônica/Vivo
Sonda
Embraer
NEC
Polishop
TV Cultura
Canção Nova
Fundação João Paulo II
Rede Vida
eptv
Rede Vanguarda
TV Bahia
TV Clube
Band Vale
SDB Multimidia
Play TV
Fundação Espírita André Luiz
TV Mundo Maior
TV Difusora
TV Diversa
Visiona
Funcate
INPE
Cemaden
Cpqd
Kroton
Rohde&Schwarz
H.Control Telecom
Globalstar
Century
Casablanca
Cromamix
Pro Eletronic
Satron
Tele system
Cabletech
Classic
cobham
Fluxo Soluções Integradas
Kathrein
Nalla Brasil
Advansat
Up2Tech
Sinuta
gvt
Motortech
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram ícone social
  • WhatsApp
Telefone: (12) 3224-1046/3224-1096 E-mail: whcengenharia@whcengenharia.com
WHC Engenharia Serviços e Comércios Ltda ME - CNPJ: 21.098.667/0001-49 - Rua Santo Antônio, 69 Sala 4, Caçapava - SP CEP: 12.287-060
Termos de Condição e Uso         -         Política de Privacidade         -         Política de Devolução e Troca         -         FAQ